Google+ Followers

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

CARGAS QUE LEVAM AO NAUFRÁGIO

Jonas foi um profeta que, até os dias de hoje, é comentado como um "missionário relutante" que não agradou-se muito da missão que o Senhor o deu. Preferiu esconder-se em seu orgulho, em seu querer a cumprir o chamado do Eterno Deus. Essa atitude trouxe apertos não só para ele mas também para os que estavam a sua volta. Para entender mais leia o livro do Profeta Jonas.

Meses atrás ministrei sobre isso, mas enquanto
buscava sobre o assunto o Senhor falou ao meu espírito: as cargas do navio, fale sobre elas.
Jonas, por não dar ouvidos à voz do Senhor, passou a ser um empecilho, um peso, um quase causador de um desastre, uma tragédia em alto mar pois a embarcação na qual Jonas estava fugindo do cumprimento do chamado do Senhor passara a ser alvo de uma forte tempestade.
Aquela embarcação possuía uma carga que não poderia estar ali, uma carga que pesava muito, sendo obstáculo para prosseguir seu destino. Essa carga era exatamente o profeta Jonas!

Nesse instante o Senhor começou a ministrar a mim que, por diversas vezes, queremos ter sucesso na caminhada espiritual, ministerial, emocional, familiar, financeira, física mas mantendo cargas, fardos pesadíssimos no nosso interior, cargas essas que fazem todas essas e outras áreas citadas entrarem num processo de naufrágio, calamidade, perdas... Morte! Cargas essas que até sentimos que não incomodam. Cargas que não parecem problemáticas.
Daí ouve-se a voz do Espírito Santo: LANÇAI FORA AS CARGAS.

A tripulação daquela embarcação estava temendo o pior, havia ali uma situação de desespero, mas eis que alguém então levantou a voz: Lançai fora as cargas! O peso do navio seria aliviado e as ondas não teriam mais tanto acesso ao convés.
Lançaram fora todas as cargas e fardos de alimentos e outros mais, mas AINDA FALTAVA ALGUMA COISA...
Desta mesma forma Jesus certa vez confrontou um jovem que pensava estar pronto: Quando esse jovem encontrou-se com Jesus começou a relatar toda a sua religiosidade, expôs sua auto-confiança, afirmou que sabia os mandamentos e que os guardava desde quando era bem moço. Ou seja, não vejo nada em mim que precisa mudar! Jesus, que conhece o mais oculto, o desmoronou dizendo: "ainda te falta uma coisa", Lucas18:22. Por experiência própria eu digo que quando pensamos que já chegamos a um nível maior de comunhão aí é que o Senhor começa a revelar em nós os pontos obscuros que precisam receber LUZ.

Coisas que existem em nós que precisam ser removidas com brevidade. Cargas de convicções e até de dureza de coração concernente a coisas que possuímos no nosso interior. Fardos que precisam ser lançados fora para desviar a tempestade.
A tempestade acalmou, tudo voltou ao normal depois que o profeta Jonas revelou-se ser o motivo daquela tormenta e saindo do porão foi lançado ao mar como a maior e mais pesada carga existente ali, Jonas 1:1-17.

Talvez nós afirmamos com plena convicção que já nos despojamos de tudo o que é do velho homem do pecado (Efésios 4:22), da velha natureza (2 Pedro 1:4), mas se ainda existir uma carga, um peso escondido nos porões da nossa alma poderá ocasionar naufrágios, desastres, morte na vida espiritual, ministerial, emocional, familiar, física... Isso é muito sério!!!
É impossível alcançarmos estabilidade em áreas específicas que tanto oramos enquanto não removermos os obstáculos.

Ninguém mais que nós mesmos sabe aonde estão escondidas essas cargas. Então precisamos trazê-las à luz, tirá-las do oculto e desfazer-nos delas antes que a tempestade destroce áreas vitais em nosso caminhar.
Esteja convicto que o Senhor não nos fez para o caos, desajustes, naufrágios. 
Fomos gerados para andar como filhos do Eterno Criador, cheios do Seu Santo Espírito, da Sua vida, do Seu fardo, verdadeiramente e totalmente livres.

Lançar fora as cargas é uma decisão TOTALMENTE nossa.

☑Seja também nosso amigo no Facebook
Fábio Charles

2 comentários:

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Muito bom...
Um abraço, fica com DEUS.

Missionário Fábio Charles disse...

Amém, bendito seja o nome do Senhor Jesus.