Google+ Followers

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

PERDOADOS COM PROPÓSITOS

E dirás naquele dia: Graças Te dou, ó SENHOR, porque, ainda que Te iraste contra mim, a Tua ira se retirou, e Tu me consolas. Isaías 12:1
Há pessoas que já provaram profundamente do perdão e do amor do Senhor, há também aqueles que já provaram de livramentos poderosos que o Senhor deu. São essas pessoas que sabem falar claramente sobre perdão, sobre cuidado, sobre amor, sobre momentos vividos com propriedade, momentos são parte da sua história.
Somente aqueles que já se sujaram terrivelmente na lama do pecado e foram um dia alcançados pelo glorioso amor do Senhor sabem com um pouco mais de precisão o que é ser perdoado quando ele mesmo se sente indigno, sujo e a vergonha tomou conta do seu ser sem sequer dar oportunidade para crer que é possível perdão para ele.
Somente quem já entrou no vale da sombra da morte, quem já esteve na cova dos leões, quem já se viu prestes a morrer, quem já olhou para os lados e não encontrou nenhuma forma de saída de um 

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

PORQUE TANTO ME AMOU...

Porque tanto Me amou, Eu o livrarei; pô-lo-ei num alto retiro, porque ele conhece o Meu nome. Salmos 91:14

O que há em nós de mais precioso para dar ao Senhor é o coração. Não houve e nunca haverá algo que tanto atraia a presença do nosso Amado Mestre do que o ato de prostrar-se diante do trono e se derramar como libação numa entrega firme e eterna. Nossos atos que julgamos bons, nossos sacrifícios, nossas ações cotidianas não superarão essa entrega de vida a Ele.
O maior exemplo de entrega que temos para seguir é o de Jesus e o que me impressiona é como o Pai Jeová o glorificou tanto pelo fato de Ele ter se entregado tanto a um plano que o Senhor projetou e sem nada reclamar.

Quando lemos o Salmo 91 vibramos pelo conteúdo de Palavra de poder para nós. É

domingo, 17 de novembro de 2013

ENOQUE ANDOU COM DEUS

E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos.
E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.
Gênesis 5:23-24 Quão maravilhosa foi a comunhão que esse homem teve com o Senhor numa geração prestes ao dilúvio. Nascido da sétima geração depois de Adão, Enoque tinha por descendente também a Enos, este nasceu num tempo em que os homens começaram a buscar ao Senhor. Quem sabe ele tinha conhecimento de tudo o que ocorrera com seus antepassados, mas preferiu ter comunhão com o Senhor.
Na Bíblia relata coisas que alguns homens fizeram que

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

O QUE TENS PRODUZIDO? UVAS BOAS OU UVAS BRAVAS?


Isaías 5:1-2 Ora, seja-me permitido cantar para o meu bem amado uma canção de amor a respeito da sua vinha. O meu amado possuía uma vinha num outeiro fertilíssimo. E, revolvendo-a com enxada e limpando-a das pedras, plantou-a de excelentes vides, e edificou no meio dela uma torre, e também construiu nela um lagar; e esperava que desse uvas, mas deu uvas bravas.

Toda a Palavra é apta para o ensino e digna de toda aceitação, mas creio que você, assim como eu, já se deparou com uma leitura na Palavra da Verdade em que fez com que você ficasse ali por dias e até semanas envolvido com a iluminação que o Senhor derramou como vinho novo dentro do seu espírito. Tenho plena convicção que Jeová é um

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

COMPREENDENDO CADA TEMPO QUE PASSA EM NOSSA VIDA


Medite em Eclesiastes 3:1-14.
Muitos de nós ao ler essa passagem aplicamos a forma literal do texto: Plantar e colher, nascer e morrer... Mas aí há algo que o Espírito Santo quer nos trazer além das palavras, além do que você e eu já sabemos, além do que eu acho que é. Há mais, há muito mais no Senhor para nós. E esse algo mais está entesourado na Sua Palavra e somente os buscadores, os caçadores desse Tesouro encontrarão.

Você é um PROPÓSITO do Senhor nessa terra (Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo PROPÓSITO debaixo do céu, Eclesiastes 3:1). Quando leio isso gera uma convicção plena em meu interior que SOMOS UM

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

NÃO NOS FALTARÁ RECURSO NA JORNADA ESPIRITUAL

             
              Graça e paz amados. Quero hoje compartilhar daquilo que o Senhor tem ministrado ao meu coração continuamente nesses últimos dias. É Ele quem nos fornece todos os recursos necessários para que possamos prosseguir nessa jornada espiritual e também para entrarmos numa nova e intensa jornada de busca, intimidade, novidade de vida e restauração dos muros espirituais que estiverem caídos. Nada há tão triste quando começamos a sentir um arrefecimento da vida espiritual íntima com o Senhor. E quando essas coisas acontecem há muitos que nem percebem mais, pois as rotinas diárias, as lutas, os entretenimentos, os desvios de atenção, a entrega exagerada aos nossos próprios objetivos impedem de
sentirmos que algo perigoso está acontecendo. É como se as estruturas de um edifício estivessem comprometidas, mas ninguém tem observado pequenos detalhes que dão sinal de enfraquecimento da estrutura. Rachaduras estreitas que tornar-se-ão mais largas e profundas, apontando para um iminente desmoronamento.

O Espírito Santo foi enviado por Jesus para ser nosso ajudador, Aquele que nos levaria a toda Verdade do Senhor Jeová para a nossa vida. Esse Espírito não emudeceu. Esse Espírito não nos abandonou à nossa própria sorte, se fosse assim Ele não estaria fazendo o que Jesus disse que Ele faria em nossa vida dentro do plano de redenção, nos auxiliar: Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em Meu nome, Esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto Eu vos tenho dito, João 14:26. O problema reside em nós quando não conseguimos mais discernir a Sua voz, quando não conseguimos mais entender a direção que Ele nos aponta. Nossa insensibilidade ocasiona um grande espaço vazio, um vácuo entre nós e a vontade plena do Senhor. A nossa pouca busca pelo Senhor, o nosso pouco meditar na Palavra, o nosso pouco orar em outras línguas, a nossa demora em renunciar algo têm como consequência um atraso exaustivo na edificação da vida espiritual e, por ser exaustivo esse atraso na edificação, muitos cansam e se acostumam na sequidão!
Mas o nosso espírito clama por águas vivas, aleluia! O nosso espírito não tem a linguagem da nossa alma e da nossa carne. Ele tem a linguagem do céu porque Ele é o sopro do Senhor em nós, ele é a vida que temos nessa terra. Esse clamor do nosso espírito em nós gera a TRISTEZA SEGUNDO DEUS. Todos nós fugimos de tristezas, nos esquivamos de momentos tristes, ninguém faz projetos para a tristeza, mas há uma tristeza que é para a nossa restauração: A TRISTEZA SEGUNDO DEUS. Ela nos conduz ao arrependimento, à mudança de atitudes, a um retorno ao altar da adoração e a um lugar no SenhorPorque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, o qual não traz pesar; mas a tristeza do mundo opera a morte, 2 Coríntios 7:10. Quando estamos vestidos com essa “tristeza” a voz do Espírito Santo fica mais audível, e o caminho fica, por sua vez, mais visível. A tristeza segundo Deus nos levará a um lugar de recomeço.

Lendo o início do livro de Neemias vemos a tristeza desse homem quando soube que sua pátria, o lugar que sempre amou estava destruído e seus moradores levados cativos:  Eles me responderam: Os restantes que ficaram do cativeiro, lá na província estão em grande aflição e opróbrio; também está derribado o muro de Jerusalém, e as suas portas queimadas a fogo. Tendo eu ouvido estas palavras, sentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e continuei a jejuar e orar perante o Deus do céu, Neemias 1:3-4. A dor de Neemias era grande, só se via escombros e desmoronamentos. Não poderia terminar assim a história de Jerusalém! A tristeza visitou Neemias, a dor pelo que estava vendo o fez, quem sabe, passar dias e noites com um doloroso aperto no seu coração. Neemias decidiu não deixar as coisas da forma em que estavam e essa decisão foi o ponto de partida para uma linda e poderosa restauração. Ele decidiu ver de perto a situação da cidade, ver de perto a situação dos muros.
Talvez você e eu já passamos por muitos momentos de obscuridade na vida espiritual. Momentos em que literalmente a Palavra em Apocalipse era para nós: Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres, Apocalipse 2:4-5.  Voltar ao primeiro amor de íntima comunhão com o Senhor nunca foi uma jornada fácil. Afirmo isso porque sou um exemplo de um homem que fiquei por dois anos e meio distante de senhor e o retorno é muito complicado. O retorno nos faz ver como começou todo o processo de esfriamento espiritual, o que nos aprisionou, o que nos cegou, o que nos distraiu. Mas o retorno para aonde caímos também gera em nós uma esperança que o Espírito Santo deseja ser o nosso ajudador para voltarmos à posição espiritual que o Senhor sempre desejou que nós estivéssemos. Retornar nos leva a analisar como estamos e como estávamos. E o Espírito Santo gera em nós um desejo verdadeiro de ser como Ele nos fez para ser.
O que eu quero dizer em tudo isso é:
HÁ UM RECURSO PREPARADO PARA TODO AQUELE QUE DESEJA VOLTAR À INTIMIDADE VERDADEIRA COM O CRIADOR. O RECURSO É O ESPÍRITO DO SENHOR JEOVÁ.


Vamos relatar agora um pequeno trecho do livro de Neemias quando, pela primeira vez, se apresentou com o semblante triste diante do rei Artaxerxes que logo notou sua tristeza: Sucedeu, pois, no mês de nisã, no ano vigésimos do rei Artaxerxes, quando o vinho estava posto diante dele, que eu apanhei o vinho e o dei ao rei. Ora, eu nunca estivera triste na sua presença. E o rei me disse: Por que está triste o teu rosto, visto que não estás doente? Não é isto senão tristeza de coração. Então temi sobremaneira, Neemias 2:1-2.
 Indagado pelo rei sobre a sua tristeza, Neemias começou a relatar ao rei tudo o que vinha acontecendo com seu povo, com sua terra. E que me chamou profunda atenção foi o favor do rei: Então o rei me perguntou: Que me pedes agora? Neemias 2:4. Ele não se apressou em dar a resposta, foi orar, foi buscar a face do Soberano Deus. Pediu ao rei, logo após orar, que o liberasse por um tempo para que fosse RECONSTRUIR OS MUROS CAÍDOS de Jerusalém.
O momento que ministrou poderosamente ao meu coração é quando Neemias pede ao rei autorizações, cartas escritas que o autorizasse passar por alguma terra que tentasse impedi-lo de prosseguir e cartas também que o autorizassem a usar todo o material necessário para a reconstrução desses muros.

Amados, se no teu coração há um desejo incontrolável de voltar à intimidade ou entrar num novo tempo com o Senhor, quero te dizer que Ele já te deu TODO O RECURSO NECESSÁRIO PARA ESSA JORNADA. O Espírito Santo e a Palavra estão junto a ti, na tua boca e no teu coração. Toda a “carta”, toda a Escritura da Verdade está ao seu favor para te colocar numa nova jornada espiritual onde muros espirituais caídos, portas derrubadas, arrefecimento espiritual serão substituídos por um tempo o qual nunca passou sobre ti.
Há um anseio no coração do Pai que Seus filhos se tornem verdadeiros amigos, verdadeiros servos. Neemias começou a reconstruir os muros mesmo diante de pressões daqueles que estavam contra aquela restauração. Talvez você já tenha ido tão fundo em algo prejudicial que sua alma vive lhe dizendo que hoje é muito difícil você retornar à intimidade que um dia já teve no Senhor. Quem sabe até pouca força você tenha para decidir entrar nesse chamado que o Senhor tem para ti. Ou até a vergonha te envolveu tão profundamente pelo fato de ver como você está hoje.
A reforma espiritual remove a vergonha. Os recursos para isso estão bem ao nosso lado. O Espírito Santo é o maior interessado nisso, pois seu prazer é edificar os filhos do GRANDE EU SOU. Por isso, a oração em outras línguas, o jejum, a meditação na Palavra nos darão um poderoso impulso para essa entrada numa nova estrada de comunhão. NÃO NOS FALTARÁ RECURSOS. NÃO NOS FALTARÁ RECURSOS. NÃO NOS FALTARÁ RECURSOS. Tudo já foi feito por Jesus para que essa nossa decisão se tornasse leve e suave.
Há promessas para isso:
 Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a Verdade; porque não falará por Si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras, João 16:13.
Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós, João 14:18.

Aproveita esse tempo em que o Senhor está te dando todos os recursos para que você volte ao seu lugar original Nele. Mesmo que já tenha passado muito tempo, mesmo que as ruínas pareçam estar sem condições alguma de um recomeço, a verdade sobre ti é essa: HÁ UM RECURSO PODEROSO PREPARADO E LIBERADO PARA TI E ESSE RECURSO É INFALÍVEL, ELE É O ESPÍRITO SANTO.
O Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não O vê nem O conhece; mas vós O conheceis, porque Ele habita convosco, e estará em vós, João 14:17.
O Senhor nos fez para Ele, somente para Ele. O Senhor te fez para viver intimamente com Ele.
Você pode fazer esse caminho de retorno para restaurar lugares caídos e, saiba de uma coisa, não será difícil porque VOCÊ NÃO IRÁ SOZINHO. Medite nisso.

domingo, 21 de julho de 2013

NO LUGAR ONDE JONAS ESTEVE



No ventre de um grande peixe.
Talvez não paramos muito para pensar no que aconteceu com Jonas enquanto esteve lá, vivendo, por três dias e três noites no ventre de um grande peixe. Certamente foram os piores dias que ele viveu em toda sua vida, mas tudo aquilo foi necessário para que ele fosse tratado e moldado pelo Espírito Santo.

Não vamos aqui nos prender à história. Já ouvimos muito sobre a história de Jonas e o porquê de tudo isso ter acontecido com ele. Em rápidas palavras, Jonas foi um profeta enviado à cidade de Nínive para anunciar o prazer do Senhor em perdoar. Essa cidade era inimiga de Israel e sua maldade estava chegando como incenso de podridão às narinas do Senhor Jeová. Este resolveu perdoar aquela cidade por causa da infinita bondade, longanimidade e vasta misericórdia que é peculiar do Seu caráter. No seu íntimo, Jonas não aceitava que aquela cidade alcançasse a benignidade do Senhor, pois dela só jorrava impiedade e desobediência. Mas ninguém muda o caráter amoroso do Senhor, Ele resolveu perdoar aquele lugar e escolhera Jonas para anunciar o arrependimento. Após tantos acontecimentos, Jonas resolveu obedecer ao comando do Senhor de anunciar o perdão do Senhor e viu o que, na verdade, não queria ver: o arrependimento daquele povo.

Mas onde Jonas esteve antes de obedecer ao chamado do Senhor? Pelo qual processo Jonas teve que passar para estar dentro do propósito para o qual ele foi chamado?
Talvez seja um pouco difícil de imaginar o que é está dentro do ventre de um animal. Já me peguei por diversas vezes lendo capítulos da Bíblia sem analisar a fundo a realidade dos fatos, o que aconteceu ali verdadeiramente. Será que já paramos para pensar no que Jonas viveu ali?
Jonas foi lançado ao alto mar que estava revolto, poderia ter ficado tentando nadar para sobreviver, mas eis que surge um gigantesco peixe que o engole e daí por diante Jonas via apenas a iminência da morte, já não havia mais esperança alguma. Era o fim...
Certamente ali Jonas fora envolvido por um profundo medo, envolvido pelo desespero na sua alma, pela solidão, pela incerteza, por uma espessa sensação de morte e o pior, pelo questionamento da alma: o que vai acontecer logo a seguir?! Estava ele ali num lugar úmido, escuro, fétido, talvez até imóvel por três dias pelo fato de não saber como era aquele ambiente. Isso por três dias!

Mas foi exatamente ali que ele foi poderosamente tratado pelo Senhor. Talvez tenha sido ali que Jonas reconheceu sua pequenez, reconheceu que já não pertencia a si mesmo, reconheceu que não poderia mais ser guiado por sua própria vontade, reconheceu que o melhor lugar para estar é no centro da vontade do Senhor e foi moldado para executar um chamado o qual o Senhor tinha para ele. Foi ali onde ele desejou uma nova chance, foi ali aonde em pouco tempo o Senhor começou a moldar o Seu próprio caráter nele. Ali, no ventre do grande peixe, num ambiente fétido, escuro, confuso, silencioso e cheio de impossibilidades.
Mas foi ali mesmo onde ele pôde experimentar o favor do Senhor, experimentar o escape que sempre o Senhor dá aos Seus em momentos precisos. Jonas sobreviveu para anunciar o favor do Senhor.

Como isso trouxe lições preciosas para a minha vida!
Por muitas vezes nos pegamos num ambiente assim. Parece que nada acontece ou tudo parece escuro e silencioso, não há luz, não há direção, a incerteza é presente... Como que estivéssemos no ventre de um grande peixe, sem poder fazer exatamente nada, apenas esperar no propósito que o Senhor tem e o que Ele quer nos ensinar com tudo isso. Um sentimento de impossibilidade, um sentimento de angústia ao perceber que todos os nossos esforços não mudaram nem um milímetro da situação. É EXATAMENTE AÍ AONDE O SENHOR COMEÇA A MOLDAR O NOSSO CARÁTER.
É preferível estar nesse lugar e ser tratado pelo Senhor do que continuarmos numa jornada cheio das nossas “verdades”, das nossas razões, da nossa vontade, da nossa própria sabedoria. O Senhor precisa tratar conosco e Ele faz isso porque nos ama. Salmos 139:23-24 Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso, e guia-me pelo caminho eterno.

O Senhor poderia muito bem ter conduzido Jonas à Nínive sem ser necessária a intervenção daquele grande peixe, mas Ele precisava fazer algumas sérias mudanças naquele homem. Assim também conosco. Por quantas vezes a nossa oração se resume só em porquês. Por quantas vezes clamamos ao Senhor buscando respostas sobre coisas, questionamos o tempo de espera, questionamos a aparente impossibilidade e esquecemos que há coisas que para chegarem até nós será preciso um tratamento do Espírito Santo em nós, pois o Senhor não deseja nos ver jogando na lama as pérolas espirituais que Ele nos deu. Mateus 7:6 Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis aos porcos as vossas pérolas, para não acontecer que as calquem aos pés e, voltando-se, vos despedacem.
Tenho por experiência própria de situações que vivi em que fui duramente tratado pelo Senhor em áreas sérias em minha vida que precisariam de uma intervenção divina antes que algo pior acontecesse. Para tanto Ele próprio me parou, me bloqueou em diversas áreas para que eu fosse moldado por completo para Sua glória. 
2 Timóteo 2:20 Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra.


É natural o homem questionar muito e querer as coisas para ontem, e mais natural ainda não entender o modo que o Senhor trabalha, pois temos conhecimento das coisas visíveis e não das invisíveis. Jonas certamente ali já se via no fim de tudo, já se via como um alimento para aquele grande peixe. Quem sabe tantas cenas passaram em sua alma, tantas lembranças, quem sabe até chorou. Mas foi essa situação quem fez que ele se humilhasse diante do Soberano e uma súplica serena e verdadeira brotasse dos seus lábios. E o Soberano Deus ouviu. Jonas 2:6-7 Eu desci até aos fundamentos dos montes; a terra me encerrou para sempre com os seus ferrolhos; mas tu fizeste subir a minha vida da perdição, ó Senhor meu Deus. Quando desfalecia em mim a minha alma, lembrei-me do Senhor; e entrou a ti a minha oração, no teu santo templo.
Se o seu momento parece ser este, no “ventre”, sendo moído como o trigo para ser pão ou pisado como uvas para ser vinho, se deleite no Senhor nesse momento de aparente silêncio. Precisamos entender que este silêncio não é porque o Senhor Jeová não quer falar conosco, é apenas pelo fato que ele quer ouvir nossa voz. Possa até ser que não entenderemos muito do que está acontecendo, mas esse momento será de grande dependência e humildade para receber exatamente aquilo o que o Deus dos céus tem preparado para nós mesmo antes da nossa existência.

Possa ser que tudo pareça discorrer para um acontecimento contrário às nossas expectativas, mas é por aí mesmo que começa a modelagem do Senhor em nós, quando nossos objetivos, sonhos, planos são derramados como libação no altar da sala do trono do Excelso e Soberano Rei Jesus.
Se entregue nesse tratamento do Espírito Santo, pois o que Ele tem a exercer através da minha e da sua vida é algo glorioso e precisaremos estar cheio da Sua plenitude, fortalecidos no Senhor e na força do Seu poder. Nos momentos em que eu vivi de modelagem pelo Espírito Santo foram muitos os confrontos, os conflitos, até mesmo sentimentos de não querer entender o Senhor, mas valeu a pena passar por cada etapa desse processo espiritual.
"sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus". Romanos 12:2
Quando isso acontecer conosco então entenderemos o próximo momento.

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Romanos 8:28


Graça e paz, Fábio Charles

terça-feira, 18 de junho de 2013

RIBEIRO ILUSÓRIO OU FONTE DE ÁGUA VIVA?

Há dias atrás, meditando na Palavra, me deparei com Jeremias 2:13 "Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram para si cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas".

Desse dia em diante, em cada atitude, em cada lugar, em cada situação, o Espírito Santo me alerta: tem fluído de ti rios de águas vivas ou tu tens sido um ribeiro ilusório?
Sabemos que Jeremias 2:13 refere-se ao povo que afastou-se do Deus Eterno. Sabemos que quanto mais eu e você reduzimos o tempo com Ele, trocamos o tempo com Ele por outras atividades, quanto mais nos afastamos da intimidade mais nos tornamos como cisternas rotas.
É sobre isso que eu quero compartilhar com você.

Yeshua, certa vez, falou desse manancial de águas vivas mencionado em Jeremias. Falou à samaritana, João 4:10, quando conversava com ela. Falou-lhe que estava pronto para dar-lhe a Água da Vida. E deu tanto que ela tornou-se como um rio ao anunciar Yeshua para os sedentos da cidade de Sicar.
Falou também desse manancial a alguns judeus, João 7:38, que apenas o fato de crer Nele faria com que eles fossem como uma fonte de Águas Vivas que saciaria a muitos por onde quer que eles passassem.
De fato estavam levando Yeshua consigo.
Pela boca do Senhor da vida foi pronunciado que haveria um Rio de vida fluindo do nosso interior. Haveria uma manifestação da verdadeira vida do Eterno Deus no nosso interior. Isso é glorioso, isso é maravilhoso sabermos que por onde formos, aonde entrarmos entra também a vida do Senhor, um Rio que alegra terras secas, um Rio que dá vida ou que está em estado de morte. Se nós vivermos essa Verdade, nunca mais agiremos da mesma forma que agíamos nos lugares por onde já estivemos.

Ezequiel 47:6-12 já vinha profetizando sobre esse Rio maravilhoso:
E me perguntou: Viste, filho do homem? Então me levou, e me fez voltar à margem do rio. Tendo eu voltado, eis que à margem do rio havia árvores em grande número, de uma e de outra banda.  Então me disse: Estas águas saem para a região oriental e, descendo pela Arabá, entrarão no Mar Morto, e ao entrarem nas águas salgadas, estas se tornarão saudáveis. E por onde quer que entrar o rio viverá todo ser vivente que vive em enxames, e haverá muitíssimo peixe; porque lá chegarão estas águas, para que as águas do mar se tornem doces, e viverá tudo por onde quer que entrar este rio. Os pescadores estarão junto dele; desde En-Gedi até En-Eglaim, haverá lugar para estender as redes; o seu peixe será, segundo a sua espécie, como o peixe do Mar Grande, em multidão excessiva. Mas os seus charcos e os seus pântanos não sararão; serão deixados para sal. E junto do rio, à sua margem, de uma e de outra banda, nascerá toda sorte de árvore que dá fruto para se comer. Não murchará a sua folha, nem faltará o seu fruto. Nos seus meses produzirá novos frutos, porque as suas águas saem do santuário. O seu fruto servirá de alimento e a sua folha de remédio.


A partir desse ponto o Senhor começou a falar poderosamente em meu coração: O QUE TU TENS SIDO PARA AS PESSOAS, UM RIO QUE JORRA MINHA VIDA OU UM RIBEIRO ILUSÓRIO?


Observe que esse rio vai causando mudanças por onde quer que ele passava, onde havia morte gerava vida, onde havia sujeira e lixo era feito um maravilhoso processo de limpeza e prevaleciam as águas cristalinas.
Esse rio aponta para o rio de vida que está dentro de nós.
Mas o que nós temos sido verdadeiramente para aqueles que estão ao nosso redor? Que tipo de água os sedentos encontram em nós, águas amargas ou boas para beber? Quando pessoas vêm ao nosso encontro para receber uma Palavra de vida, o que têm encontrado do Senhor em nós? O Espírito Santo falou nitidamente ao meu coração: não sejas como um ribeiro ilusório onde as pessoas se achegam procurando água e nada encontram. Essa palavra para mim foi um marco e lateja dentro de mim.
Quantas pessoas já passaram por nós, quantas pessoas estão ao nosso redor, quantas pessoas já tivemos oportunidade de manifestar a vida do nosso Deus sobre elas e nada fizemos! Quantos chegaram a nós cheios de pecados, acusações, desânimo, desistência, sentimento de culpa, enfermos na alma e no corpo? Nós, como os enviados pelo o Senhor, podemos estar falhando nisso! Nós somos aqueles comissionados a apresentar pão para o faminto, cura para o doente, esperança ao desesperado, liberdade ao cativo, Isaías 61:1-3; Atos 13:47.

Em Mateus 18:6-7 tem uma Palavra sobre os escândalos. Quando lemos isso direcionamos logo nossa pregação à atitudes de pecados, líderes que pecam e, por conta disso, muitos enfraquecem na fé. Mas existe algo mais. Podemos estar sendo escândalo para aqueles que passam por nós e não veem Cristo, não sentem o cheiro de vida! Pessoas que não veem em nós o Evangelho o qual pregamos.

Precisamos clamar que o Espírito do Senhor nos ALERTE quanto a isso. Não podemos continuar como um ribeiro ilusório, como cisternas rotas, uma fonte seca, um rio com águas amargas já que DE NÓS FLUI UM RIO DE ÁGUAS VIVAS QUE JORRAM PARA A VIDA ETERNA, João 4:14. A natureza do Criador está em nós, 2 Pedro 1:4. Quando verdadeiramente tomarmos ciência disso andaremos como valorosos filhos do Altíssimo disseminando a manifestação do poder do Evangelho para aquele que crê. Nisso o Pai é glorificado, nisso o nome do GRANDE EU SOU é conhecido através de você, através de mim.

Por fim, quando o Senhor nos escolheu foi para sermos árvores frutíferas, árvores que servem de alimento para muitos. E O NOME DO SENHOR SERÁ GLORIFICADO.
O Senhor nos fez para sermos como o rio que Ezequiel viu, rio que gerava vida por onde quer que passava. Essa é a manifestação que a natureza e poder do Soberano Deus está em nós. E ASSIM O NOME DO GRANDE EU SOU SERÁ GLORIFICADO.

(Seja também nosso amigo no Facebook Fábio Charles)

sexta-feira, 22 de março de 2013

O QUE TEM OCUPADO O MEU TEMPO?


Leia atentamente a letra interrogativa dessa música de Ludmila Ferber:

Pra Quem Eu Vivo?   (Ludmila Ferber)


Pra quem eu vivo? Por quem suspiro?
Quem é o alvo do meu amor e devoção?
A quem pertence o governo do meu coração?
A quem? Quem é?

Prá quem eu tenho edificado as riquezas?
Prá quem eu tenho construído com nobreza?
Por quem eu tenho sido arrebatado com paixão?
Será que estou servindo e agradando seu coração?
Será? Será?

Pra quem trabalho? Por quem me esforço?
Quem é o Dono e a fonte do que tenho e sou?
A quem pertence toda honra e todo louvor?
A quem? Qeum é?
Prá quem eu tenho dedicado minha vida?
Prá quem eu tenho investido o meu tempo?
Por quem eu tenho derramado o meu ser e o meu suor?
Será que estou, honestamente, dando o meu melhor prá Deus?
Por Deus?

Por que eu tenho me gastado desse jeito?
Por que a força do chamado queima o peito?
Pra cada uma das perguntas que eu faço aqui
Não há senão uma resposta a tudo isso que diz: É por ti
Senhor Amado meu, tudo isso é pra ti...
Tudo isso é prá ti, é por ti.
Senhor Jesus... Senhor Jesus
Ouça essa linda canção. Clique aqui: "Pra Quem Eu Vivo?"

Quantas vezes não nos damos conta que a nossa missão principal nessa terra tem sido sufocada.
João 15:16 Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça...
Muitos de nós andamos muito ocupados, muito atarefados com os nossos próprios interesses. Priorizamos diariamente compromissos seculares que
fizemos e as coisas ETERNAS E ESPIRITUAIS vão ficando para "se der tempo".

João 6:27 Trabalhai não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará, porque a este o Pai, Deus, o selou.
Talvez você conheça alguém que vive atolado na vida secular, vive sem tempo até para si mesmo, vive atropelado pelos compromissos que ele mesmo decidiu ter. Na verdade parece que é primeiro EU, depois o Senhor. E nós sabemos explicar direitinho ao Senhor letra a letra, sílaba a sílaba porque estamos assim. E nos convencemos que Ele entende. Sim, claro que Ele entende, mas agindo assim estamos perdendo muito em não edificar a casa espiritual.

É óbvio e evidente que precisamos trabalhar, estudar para cuidar dos nossos, suprir necessidades, mas já parou para pensar que tudo conquistado aqui nessa terra não terá valor algum nas bodas do Cordeiro?  Tudo ficará aqui. Fico impressionado com o empenho exacerbado que algumas pessoas têm pelas coisas temporais e passageiras e o pouco interesse e pouco tempo para as coisas espirituais e eternas.
Com isso quero dizer que precisamos estar atentos ao tempo que damos às coisas espirituais e às coisas seculares. Cuidando em não estar atolados nos nossos próprios interesses.
Eclesiastes 1:18 Pois na muita sabedoria há muito enfado; e quem aumenta o conhecimento aumenta a tristeza.

A demasiada ocupação gera aflição no espírito, Eclesiastes 2:10-11.
Além da ocupação demasiada e o pouco tempo em comunhão com o Senhor, ainda tem também um mundo de entretenimento virtual que tem aprisionado muitos.
LEMBREMOS QUE TUDO É LÍCITO A NÓS MAS NEM TUDO CONVÉM QUE FAÇAMOS.
A quem você tem se entregado? A quem tem dado seu tempo? O que tem regido seu cotidiano?
Pense sobre isso e permita ao SENHOR mudar o que for necessário.

PRECISAMOS DE SABEDORIA E MODERAÇÃO.
Colossenses 3:2 pensai nas coisas lá de cima, não nas que estão sobre a terra.

segunda-feira, 18 de março de 2013

BUSCANDO O QUE FOI PERDIDO

Leia esse texto bíblico com bastante atenção:
Lucas 15:8-9
Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma, não acende a candeia, não varre a casa e não a procura diligentemente, até achá-la? Quando a tiver achado, reúne as suas amigas e vizinhas, dizendo: Regozijai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.

Essa parábola nos leva a uma mulher que, desesperada, buscava um bem perdido. Uma dracma. Segundo alguns historiadores a mulher descrita seria uma camponesa pobre e essas dez dracmas (dez moedas de prata) correspondiam a dez dias salário e, "provavelmente representavam o  suprimento da família".
Possa ser que tenha sido isso mesmo ou não, mas não quero aqui me prender aos fatos históricos.
Uma dracma nos dias atuais valeria, provavelmente, 0,01 centavo. Também não deveria valer muito naquela época para aqueles que possuíam maiores condições financeiras.
Talvez um valor tão pequeno aos nossos olhos que poderíamos até questionar o porque de tanto empenho, tanta diligência para encontrar o que foi perdido.
Poderia ser um valor pequeno para nós mas de grande significância para aquela mulher.

Há coisas que você chegou a amar muito, algo que parecia estar seguro e bem guardado mas,

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

SEMEAR NA CARNE X SEMEAR NO ESPÍRITO

Gálatas 6:8 Quem semeia na vontade carne, colherá destruição; mas quem semeia na vontade do Espírito, colherá a vida eterna.

Tenho muitos anos que sigo o Santo Evangelho e por muito tempo em minha vida vivi numa destemida dissolução. Mascarando quem verdadeiramente eu era. Não sabia o que era o temor do Senhor, pregava sobre tudo e cumpria quase nada. Até que um dia, depois de perdas terríveis, precisei decidir entre os prazeres da dissolução ou o prazer da doce presença do Espírito Santo e, então, decidi pelas águas vivas. Não foi fácil, não foi apenas um dia para concluir aquela decisão. Tive que sustentar essa decisão durante muito, muito tempo pois ainda continuava sendo visitado por aquilo que me oprimiu por anos.

Depois disso comecei a entender que quando decidimos fazer a vontade do Espírito e andar em Espírito entramos num processo de mudança espiritual que não é de um dia para a noite. E é aí nesse ponto onde muitos não entendem, querem que tudo aconteça como um "passe de mágica" e daí entram na desistência, não perseveram no que decidiu.
Recordo que quando decidi andar em Espírito eu pedi muita coisa ao Senhor, mas sentia que era necessário que minha decisão fosse provada para ver até aonde eu iria FIRME E CONSTANTE NO QUE ESCOLHI.
Pode ser até difícil entender isso, mas é assim que funciona. Existem tesouros que quando se perdem, sua reconquista é trabalhosa pelo fato da pessoa ter ido muito fundo com a dureza de coração.
É como, por exemplo, uma construção que está sendo mal edificada. É mais fácil você derrubar para reconstruir enquanto ela está no começo pois após ter colocado pilares, vigas, lajes e tudo concretado ficará extremamente trabalhosa a DERRUBADA DAQUELA ESTRUTURA. 

Será que durante muito tempo nós semeamos na vontade da carne? Durante quanto tempo nós vivemos na mentira ou em qualquer outro engano? Ou quem sabe até ainda hoje!
Lembro que quando tomei a decisão de semear no Espírito, andar na vontade do Espírito Santo eu queria resultados imediatos, recuperar, do dia para a noite, o que se havia perdido. Mas, repito, eu precisaria passar pelo teste da perseverança, precisaria firmar minha confissão de arrependimento.

Certa vez clamava por algo novo da parte do Senhor sobre minha vida e duas Palavras soaram fortemente em meu coração:
1=> Lucas 5:37 E ninguém põe vinho novo em odres velhos; de outra sorte, o vinho novo romperá os odres e se derramará o vinho, e os odres se estragarão. (O Senhor não poderia derramar sobre mim um vinho novo enquanto eu não estivesse pronto para o que Ele queria. SUA UNÇÃO NÃO PODE SER DESPERDIÇADA, DESPREZADA).
2=> Mateus 7:6 Não deem o que é sagrado aos cães, nem atirem suas pérolas aos porcos; caso contrário, estes as pisarão e, aqueles, voltando-se contra vocês, os despedaçarão. (A voz do Espírito advertiu-me que quando essas coisas acontecessem, quando o vinho novo fosse derramando sobre mim, EU NÃO LANÇASSE FORA NA LAMA DOS PORCOS O TESOURO ESPIRITUAL QUE RECEBERIA).

A medida que formos perseverando no Senhor, semeando no Espírito mais veremos amarras sendo cortadas da nossa vida.
Entendo que tudo o que eu passei foi para que eu entenda a muitos que também estão na mesma situação a mostre a SAÍDA.
O propósito de Satanás é nos envergonhar, nos desnudar e por fim dar o salário a quem vive pecando, A MORTE.
Uma triste realidade é que muitos, dentro da igreja, que professam uma fé no Senhor, semeiam mais na carne do que no Espírito e por conta disso apagam a cada dia a chama do Espírito, não ouvem mais a Sua voz.

O que o Senhor pede de nós hoje é que cancelemos o processo de semeadura na carne pois há um grande e terrível perigo nisso, Provérbios 22:8 "Aquele que semeia a iniquidade colherá males".
É desejo do Eterno Deus derrubar da nossa vida aquilo o que Ele não edificou, arrancar da nossa vida aquilo o que Ele não plantou.

A SEMENTE ESTÁ EM NOSSA MÃO.
A DECISÃO É NOSSA: CONTINUAR SEMEANDO NA CARNE OU COMEÇAR A SEMEAR NO ESPÍRITO.
Gálatas 5:16 Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

EXAMINE-SE A SI MESMO PARA DEPOIS CONHECER AO SENHOR


1Coríntios 11:28-30 Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão, e beba deste cálice. Porque o que come e bebe INDIGNAMENTE come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor. Por causa disso, há entre vós muitos fracos e doentes e muitos que dormem.

Comer e beber do Senhor não deve ser apenas um desejo, mas uma decisão de se colocar continuamente no altar da adoração. Uma decisão de não fazer sua própria vontade. Uma decisão de se alimentar da doce presença do Espírito Santo.
O texto descrito no início dessa postagem é costumeiramente usado para

sábado, 2 de fevereiro de 2013

TIRANDO A MORTE DO ARRAIAL


Deuteronômio 23:14  O Senhor teu Deus anda no meio do teu arraial, para te livrar, e para te entregar a ti os teus inimigos; PELO QUE O TEU ARRAIAL SERÁ SANTO, PARA QUE ELE NÃO VEJA COISA IMPURA EM TI,  E DE TI SE APARTE.

Nesses últimos tempos, nesses últimos dias os olhos do Senhor têm procurado por um "povo no meio do povo". Um povo que não se corrompa,  um povo que viva sem mancha, sem ruga, sem mácula. Pessoas resistentes ao pecado, jovens difíceis de cair em fornicação, em prostituição. Um povo que não se misture com a cultura do pecado dos dias atuais. Líderes que não
vivam no engano, na prática da vida oculta, no abominável. Líderes íntegros.
Crianças, jovens, homens e mulheres VERDADEIRAMENTE TOMADOS PELO PODER DE SEREM

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

SERÁ QUE VERDADEIRAMENTE CREMOS?


É realmente muito difícil continuar crendo quando tudo parece contrário, quando as adversidades se agigantam. Será necessário estar com as emoções muito cativas ao Espírito Santo para não retroceder.
Olhar para a terra seca e crer que haverá colheita abundante é loucura aos olhos humanos! É ser néscio! Olhar para ossos sequíssimos e crer que poderá haver ressurreição mesmo nesse estado avançado se sequidão e de morte é mais loucura ainda aos olhos humanos!
Crer intensamente na Palavra revelada pode até causar desconforto para