Google+ Followers

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

EXAMINE-SE A SI MESMO PARA DEPOIS CONHECER AO SENHOR


1Coríntios 11:28-30 Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão, e beba deste cálice. Porque o que come e bebe INDIGNAMENTE come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor. Por causa disso, há entre vós muitos fracos e doentes e muitos que dormem.

Comer e beber do Senhor não deve ser apenas um desejo, mas uma decisão de se colocar continuamente no altar da adoração. Uma decisão de não fazer sua própria vontade. Uma decisão de se alimentar da doce presença do Espírito Santo.
O texto descrito no início dessa postagem é costumeiramente usado para
a celebração da santa ceia do Senhor, mas não quero me prender a esse contexto. Quero compartilhar rapidamente com os amados algo que o Senhor liberou ao meu espírito enquanto orava, jejuava e meditava na Palavra Viva.

O Espírito Santo tem despertado pessoas para querer ir mais profundo no Senhor, pessoas com um coração sedento por experiências com o Criador, pessoas desejosas para vivenciar a intimidade que Jeová tinha com o homem na criação, o relacionamento pai e filho. Isso é maravilhoso.
Esse desejo não deve ficar apenas aí no ato de desejar, deve começar a romper as barreiras e impedimentos, vencer seus próprios limites emocionais e cair dentro desse fluir do rio do Senhor.
Jesus um dia declarou: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra, João 4:34. Jesus declarou que o Seu prazer era estar comendo, alimentando-se do Seu pai Jeová. Seu maior prazer era andar em comunhão com o Pai.
Esse Jesus também se apresentou como PÃO E ÁGUA DA VIDA. Pão que nunca dá bolor, Água que nunca evapora. Esses elementos não são palpáveis, não são visíveis, são adquiridos e absorvidos numa vida de intimidade constante.
Todo aquele que busca essas coisas encontra. Isaías 65:13 declara: "Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Eis que os meus servos comerão, mas vós tereis fome; os meus servos beberão, mas vós tereis sede". Não faltará alimento para o espírito daquele que busca.

Na manhã em que lia 1 Coríntios 11 apenas seguia a leitura do livro que me propus a ler. Já havia lido esse texto por diversas vezes mas naquela manhã o Espírito Santo me conduziu às condições para receber as coisas do alto que tenho desejado. Notei que no versículo 27 há uma forte advertência que aquele que come e bebe do Senhor INDIGNAMENTE será culpado da morte do Senhor. Quantos de nós queremos mais de Deus, anunciamos o Senhor de uma forma fervorosa mas andamos indignamente! O versículo 28 e 29 nos dá, também, uma profunda advertência para que antes de comer e beber, ou seja, entrar no mais íntimo do Senhor examinemos-nos a nós mesmos. É um alerta antes de entrarmos no mais profundo do Senhor.
Por quê? Qual o motivo desse alerta? Lendo esse versículo seguinte encontraremos a resposta: 2 Pedro 2:20-21 >>Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. PORQUE MELHOR LHES FORA NÃO CONHECEREM O CAMINHO DA JUSTIÇA DO QUE, CONHECENDO-O DESVIAREM DO SANTO MANDAMENTO QUE LHES FORA DADO.<<
Conhecer ao Senhor e voltar às mesmas atitudes da vida velha é andar em impiedade. Como a porca lavada que volta para a lama, 2 Pedro 2:22.


Queremos experimentar coisas novas no Senhor, ser mais íntimos no Senhor e nos esquecemos de andar como verdadeiros sedentos dessa água, famintos desse pão. Desejosos desse alimento espiritual. Conhecer ao Senhor no profundo é algo muito sério e é necessário TEMOR, e temor tem sido uma virtude escassa nos dias atuais. Todo conhecimento profundo no Senhor começa quando EXAMINAMOS a nós mesmos, começa quando o TEMOR do Senhor reside em nós, Prov. 9:10.
Conhecer os mistérios, os segredos do Senhor é uma ida sem volta, pois quanto mais O conhecemos mais aumenta nossa necessidade de fidelidade em aliança com Ele. Retroceder é como ter um coração pervertido, É COMER E BEBER PARA A PRÓPRIA CONDENAÇÃO, 1 Coríntios 11:29 "Porque o que come e bebe indignamente come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor".

Se desejamos comer mais do conhecimento, beber mais do Espírito precisamos deixar tudo o que nos faz indignos. Pelo sangue do Cordeiro, Jesus, nós nos tornamos dignos, mas o retroceder à vida velha nos transporta novamente à indignidade. Quanto mais eu me aproximo para comer beber espiritualmente do Senhor mais me aproximo da luz e mais vou vendo quem verdadeiramente eu sou e se eu não mudar o curso da minha vida serei condenado pois a luz não se dá com as trevas, a luz condena as trevas. O conhecer verdadeiramente ao Senhor implica em uma inquebrável aliança.
Diariamente o Senhor nos apresenta uma mesa preparada para desfrutarmos Dele e nessa mesa assentam-se aqueles que EXAMINAM-SE A SI MESMO E SE HÁ TREVAS, ARREPENDEM-SE E DEPOIS ASSENTAM-SE E COME E BEBE DO SENHOR MARAVILHOSAMENTE.

A falta de temor e a pouca reverência  às coisas santas têm feito muitos ficarem fracos, doentes e sonolentos. Existem alguns alimentos que nem todo organismo aceita, assim também é o alimento espiritual. Muitos querem entrar num nível mais profundo no Senhor mas fora das condições estabelecidas pelo Senhor, pelo menos santidade.
Amados, uma coisa é certa, o Espírito Santo tem prazer em nos levar mais intimamente no Senhor. Há uma promessa da parte de Jesus, João 14:21 >> Aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei E ME MANIFESTEI A ELE.
O Senhor Jeová oferece seu alimento Isaías 55:1 >>Isaías 55:1 Ó vós todos os que tendes sede, vinde às águas, e vós que não tendes dinheiro, vinde, comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite.
EXAMINE-SE A SI MESMO E ENTÃO COMA E BEBA MAIS DO ESPÍRITO.

Em Cristo,
Missionário Fábio Charles

Um comentário:

Anônimo disse...

Glórias a Deus Missionário, Deus abençoe a sua vida, palavra vinda de Deus, a mesma falou muito comigo...

THIAGO GUERRA GOBBI de
Rio Claro/SP.