Google+ Followers

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

NÃO NOS FALTARÁ RECURSO NA JORNADA ESPIRITUAL

             
              Graça e paz amados. Quero hoje compartilhar daquilo que o Senhor tem ministrado ao meu coração continuamente nesses últimos dias. É Ele quem nos fornece todos os recursos necessários para que possamos prosseguir nessa jornada espiritual e também para entrarmos numa nova e intensa jornada de busca, intimidade, novidade de vida e restauração dos muros espirituais que estiverem caídos. Nada há tão triste quando começamos a sentir um arrefecimento da vida espiritual íntima com o Senhor. E quando essas coisas acontecem há muitos que nem percebem mais, pois as rotinas diárias, as lutas, os entretenimentos, os desvios de atenção, a entrega exagerada aos nossos próprios objetivos impedem de
sentirmos que algo perigoso está acontecendo. É como se as estruturas de um edifício estivessem comprometidas, mas ninguém tem observado pequenos detalhes que dão sinal de enfraquecimento da estrutura. Rachaduras estreitas que tornar-se-ão mais largas e profundas, apontando para um iminente desmoronamento.

O Espírito Santo foi enviado por Jesus para ser nosso ajudador, Aquele que nos levaria a toda Verdade do Senhor Jeová para a nossa vida. Esse Espírito não emudeceu. Esse Espírito não nos abandonou à nossa própria sorte, se fosse assim Ele não estaria fazendo o que Jesus disse que Ele faria em nossa vida dentro do plano de redenção, nos auxiliar: Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em Meu nome, Esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto Eu vos tenho dito, João 14:26. O problema reside em nós quando não conseguimos mais discernir a Sua voz, quando não conseguimos mais entender a direção que Ele nos aponta. Nossa insensibilidade ocasiona um grande espaço vazio, um vácuo entre nós e a vontade plena do Senhor. A nossa pouca busca pelo Senhor, o nosso pouco meditar na Palavra, o nosso pouco orar em outras línguas, a nossa demora em renunciar algo têm como consequência um atraso exaustivo na edificação da vida espiritual e, por ser exaustivo esse atraso na edificação, muitos cansam e se acostumam na sequidão!
Mas o nosso espírito clama por águas vivas, aleluia! O nosso espírito não tem a linguagem da nossa alma e da nossa carne. Ele tem a linguagem do céu porque Ele é o sopro do Senhor em nós, ele é a vida que temos nessa terra. Esse clamor do nosso espírito em nós gera a TRISTEZA SEGUNDO DEUS. Todos nós fugimos de tristezas, nos esquivamos de momentos tristes, ninguém faz projetos para a tristeza, mas há uma tristeza que é para a nossa restauração: A TRISTEZA SEGUNDO DEUS. Ela nos conduz ao arrependimento, à mudança de atitudes, a um retorno ao altar da adoração e a um lugar no SenhorPorque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, o qual não traz pesar; mas a tristeza do mundo opera a morte, 2 Coríntios 7:10. Quando estamos vestidos com essa “tristeza” a voz do Espírito Santo fica mais audível, e o caminho fica, por sua vez, mais visível. A tristeza segundo Deus nos levará a um lugar de recomeço.

Lendo o início do livro de Neemias vemos a tristeza desse homem quando soube que sua pátria, o lugar que sempre amou estava destruído e seus moradores levados cativos:  Eles me responderam: Os restantes que ficaram do cativeiro, lá na província estão em grande aflição e opróbrio; também está derribado o muro de Jerusalém, e as suas portas queimadas a fogo. Tendo eu ouvido estas palavras, sentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e continuei a jejuar e orar perante o Deus do céu, Neemias 1:3-4. A dor de Neemias era grande, só se via escombros e desmoronamentos. Não poderia terminar assim a história de Jerusalém! A tristeza visitou Neemias, a dor pelo que estava vendo o fez, quem sabe, passar dias e noites com um doloroso aperto no seu coração. Neemias decidiu não deixar as coisas da forma em que estavam e essa decisão foi o ponto de partida para uma linda e poderosa restauração. Ele decidiu ver de perto a situação da cidade, ver de perto a situação dos muros.
Talvez você e eu já passamos por muitos momentos de obscuridade na vida espiritual. Momentos em que literalmente a Palavra em Apocalipse era para nós: Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres, Apocalipse 2:4-5.  Voltar ao primeiro amor de íntima comunhão com o Senhor nunca foi uma jornada fácil. Afirmo isso porque sou um exemplo de um homem que fiquei por dois anos e meio distante de senhor e o retorno é muito complicado. O retorno nos faz ver como começou todo o processo de esfriamento espiritual, o que nos aprisionou, o que nos cegou, o que nos distraiu. Mas o retorno para aonde caímos também gera em nós uma esperança que o Espírito Santo deseja ser o nosso ajudador para voltarmos à posição espiritual que o Senhor sempre desejou que nós estivéssemos. Retornar nos leva a analisar como estamos e como estávamos. E o Espírito Santo gera em nós um desejo verdadeiro de ser como Ele nos fez para ser.
O que eu quero dizer em tudo isso é:
HÁ UM RECURSO PREPARADO PARA TODO AQUELE QUE DESEJA VOLTAR À INTIMIDADE VERDADEIRA COM O CRIADOR. O RECURSO É O ESPÍRITO DO SENHOR JEOVÁ.


Vamos relatar agora um pequeno trecho do livro de Neemias quando, pela primeira vez, se apresentou com o semblante triste diante do rei Artaxerxes que logo notou sua tristeza: Sucedeu, pois, no mês de nisã, no ano vigésimos do rei Artaxerxes, quando o vinho estava posto diante dele, que eu apanhei o vinho e o dei ao rei. Ora, eu nunca estivera triste na sua presença. E o rei me disse: Por que está triste o teu rosto, visto que não estás doente? Não é isto senão tristeza de coração. Então temi sobremaneira, Neemias 2:1-2.
 Indagado pelo rei sobre a sua tristeza, Neemias começou a relatar ao rei tudo o que vinha acontecendo com seu povo, com sua terra. E que me chamou profunda atenção foi o favor do rei: Então o rei me perguntou: Que me pedes agora? Neemias 2:4. Ele não se apressou em dar a resposta, foi orar, foi buscar a face do Soberano Deus. Pediu ao rei, logo após orar, que o liberasse por um tempo para que fosse RECONSTRUIR OS MUROS CAÍDOS de Jerusalém.
O momento que ministrou poderosamente ao meu coração é quando Neemias pede ao rei autorizações, cartas escritas que o autorizasse passar por alguma terra que tentasse impedi-lo de prosseguir e cartas também que o autorizassem a usar todo o material necessário para a reconstrução desses muros.

Amados, se no teu coração há um desejo incontrolável de voltar à intimidade ou entrar num novo tempo com o Senhor, quero te dizer que Ele já te deu TODO O RECURSO NECESSÁRIO PARA ESSA JORNADA. O Espírito Santo e a Palavra estão junto a ti, na tua boca e no teu coração. Toda a “carta”, toda a Escritura da Verdade está ao seu favor para te colocar numa nova jornada espiritual onde muros espirituais caídos, portas derrubadas, arrefecimento espiritual serão substituídos por um tempo o qual nunca passou sobre ti.
Há um anseio no coração do Pai que Seus filhos se tornem verdadeiros amigos, verdadeiros servos. Neemias começou a reconstruir os muros mesmo diante de pressões daqueles que estavam contra aquela restauração. Talvez você já tenha ido tão fundo em algo prejudicial que sua alma vive lhe dizendo que hoje é muito difícil você retornar à intimidade que um dia já teve no Senhor. Quem sabe até pouca força você tenha para decidir entrar nesse chamado que o Senhor tem para ti. Ou até a vergonha te envolveu tão profundamente pelo fato de ver como você está hoje.
A reforma espiritual remove a vergonha. Os recursos para isso estão bem ao nosso lado. O Espírito Santo é o maior interessado nisso, pois seu prazer é edificar os filhos do GRANDE EU SOU. Por isso, a oração em outras línguas, o jejum, a meditação na Palavra nos darão um poderoso impulso para essa entrada numa nova estrada de comunhão. NÃO NOS FALTARÁ RECURSOS. NÃO NOS FALTARÁ RECURSOS. NÃO NOS FALTARÁ RECURSOS. Tudo já foi feito por Jesus para que essa nossa decisão se tornasse leve e suave.
Há promessas para isso:
 Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a Verdade; porque não falará por Si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras, João 16:13.
Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós, João 14:18.

Aproveita esse tempo em que o Senhor está te dando todos os recursos para que você volte ao seu lugar original Nele. Mesmo que já tenha passado muito tempo, mesmo que as ruínas pareçam estar sem condições alguma de um recomeço, a verdade sobre ti é essa: HÁ UM RECURSO PODEROSO PREPARADO E LIBERADO PARA TI E ESSE RECURSO É INFALÍVEL, ELE É O ESPÍRITO SANTO.
O Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não O vê nem O conhece; mas vós O conheceis, porque Ele habita convosco, e estará em vós, João 14:17.
O Senhor nos fez para Ele, somente para Ele. O Senhor te fez para viver intimamente com Ele.
Você pode fazer esse caminho de retorno para restaurar lugares caídos e, saiba de uma coisa, não será difícil porque VOCÊ NÃO IRÁ SOZINHO. Medite nisso.

Nenhum comentário: